Ah o amor. Esse amor. Aquele amor. Um pouco de amor. Muito amor. Simplesmente amor. Como somos dependentes desse sentimento e como precisamos amar e nos sentir amados. Amar com o corpo, amar com a mente, amar com a alma. Fomos criados para amar, e amar, e amar. Não estou falando apenas do amor entre um casal. Estou falando de todos os tipos de amor. Amor de uma mãe pela filha, no irmão pela irmã, da tia pela sobrinha. Amor pelo cachorro, amor por aquele amigo especial, amor pela nossa vizinha querida.

Existem muitas formas de amar e podemos amar muitas pessoas de formas diferentes. Algumas amamos mais intensamente, outras amamos a distância, existe ainda aquelas que amamos incondicionalmente. É gostoso amar. É bom de mais ser amada (o). Receber um carinho, uma massagem nos pés ou uma ligação naquele momento que se sente tão sozinha (o). Como é bom abraçar apertado, sair para tomar um café e bater aquele papo. E o coração se enche de alegria ao rever aquela pessoa que não via a tanto tempo, ou então ao “paquerar” aquela pessoa que tanto ama tirando um cochilo no sofá.

Deus, como sempre, em sua infinita sabedoria nos criou como seres sociais. Gostamos de estar no meio de pessoas, rodeados de amigos e familiares. Gostamos de dar risada, conversar e trocar olhares. Gostamos de ter pessoas conosco para podermos criar aquelas memórias mais profundas e lindas e que vamos guardar em nossa memória para sempre.

Deus é amor. E se Ele é amor, nós, seus filhos, não podemos ser diferentes. Deus nos criou à sua imagem e semelhança e isso inclui a parte do amor. Então, o amor não é algo apenas que nos faz bem, mas sim algo que faz parte da nossa natureza, do nosso ser. Infelizmente o pecado nos puxa para o outro lado. O pecado nos faz odiar, ter mágoa, rancor e nos impede de perdoar. O pecado nos afasta das pessoas que amamos por motivos pequenos e tolos. Ele nos puxa para baixo, para lugares escuros e uma vez lá, é extremamente difícil de nos livrarmos. Então, não deixe o pecado tomar o seu coração. Deixe o amor entrar e esse sim preencher todo o seu ser. E se Deus é amor deixe que Ele entre em sua vida e transforme o seu coração de pedra em um coração de carne, completo e cheio de amor. Amor para dar as pessoas e um coração aberto para receber amor. Ah o amor….como é bom amar!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Danielle Luppi
Mora na Inglaterra, pós-graduada em Fisiologia Humana, adora música e atividade física. Faz de tudo para ter uma dieta saudável, mas não dispensa um delicioso brigadeiro. Ama cachorros, um dia ensolarado e um bom filme. Gosta de cuidar das plantas e cozinhar. Ama sua família e sempre está disposta a ouvir e ajudar as pessoas."Me encanto com o amor de Deus e vibro com cada experiência vivida ao lado de Cristo." - Danielle Luppi Colombari