No meio de histórias de muitos homens, a Bíblia separa um livro pequeno para nos contar a história de uma mulher. Isso porque os planos de Deus na vida de Rute nos ensinam sobre fidelidade, pró-atividade e propósito.

A família de Elimeleque procurava melhores oportunidades em uma época de fome. Partiram para Moabe a procura de oportunidades. Após sua morte, seus filhos com Noemi, se casaram com Orfa e Rute, duas mulheres moabitas, que cultuavam ao deus Quemós. 10 anos se passaram, os homens da família morreram, deixando 3 viúvas. Em um cenário de desesperança, Noemi quer voltar para sua terra, Belém.

Aqui começa a fidelidade de Rute, que viria a ser recompensada por Deus. Rute diz uma das passagens mais bonitas para sua sogra, mesmo sem dever nada a ela:

“Não insistas comigo que te deixe e não mais a acompanhe.

Aonde fores irei, onde ficares ficarei!

O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus!”.

Rute 1:16

Rute mostra um total desprendimento aos bens materiais. Promete cuidar de sua sogra que já era idosa e pobre. Rute mostra um caráter amoroso ao próximo. Humilde e fiel ao Senhor.

Rute não se prendeu ao que estava acontecendo em sua vida, ela se prendeu ao que Deus É. Teve esperança apesar de uma vida de sofrimento.

Aprendemos que o cristianismo não nos livra dos períodos de dificuldade, não garante que não passaremos por sofrimento. Mas, sem entender o porquê, devemos confiar num Deus que age com amor e soberania na nossa história pessoal.

Neste contexto, ela começa a trabalhar humildemente colhendo espigas. Sua pró-atividade chama atenção de Boaz, além de sua fidelidade. Boaz a chama de mulher virtuosa (Rute 3:11), o que mostra que o valor dela era construído em uma base sólida. Rute não se rebaixou, não fingiu ser quem não era para conquistar alguém. Ela se manteve firme com caráter humilde pois sabia quem era (Prov. 31:10). Boaz era um homem movido por compaixão, extremamente generoso. E aqui vemos que as atitudes que você tem em sua vida, te fazem chegar aonde Deus quer te levar. Características corretas chamam a atenção de pessoas certas. Não se rebaixe para chamar atenção de pessoas erradas. O que as pessoas têm visto em você?

Boaz não era o mais jovem nem o mais rico homem (Rute 3:10), mas Rute o escolheu pelos motivos certos: seu coração. Vemos que Rute vai atrás de quem e do que ela queria (Rute 3). E mais tarde, vemos os frutos dessa ação em “Boaz casou-se com Rute” (Rute 4:10). O que mostra que Rute agiu! Não esperou, e foi fazer a parte dela. O “de repente” de Deus aconteceu enquanto ela agia. Porque ela estava trabalhando, fez a vida acontecer e as coisas deram certo.

 As coisas deram certo para o cumprimento de um propósito.

“… concedeu que ela engravidasse dele e desse a luz a um filho.” (Rute 4:13)

“… e lhe deram o nome de Obede. Este foi o pai de Jessé, pai de Davi”. (Rute 4:17)

Deus transforma em felicidade um quadro de miséria e dor. Através da tristeza, Deus guiou o caminho de uma mulher e transformou em uma família, ascendentes diretos de Jesus Cristo.

Deus uniu duas pessoas para que juntas, cumprissem um propósito maior do que cumpririam sozinhas. Deus honrou um homem generoso e uma mulher humilde e fiel, assim como prometeu honrar você (Mateus 6:4).

Deus cuida da sua história de amor. Assim que você estiver pronto, assim que você puder cumprir o propósito dEle, uma história de sofrimento se transforma em alegria. Seja fiel a Ele, e ele cumprirá a promessa de que está cuidando de você, e te honrará. Não há sol que sempre dure, mas não há tempestade que nunca passe. Rute nos lembra até hoje disso.

“Aqueles que semeiam com lágrimas, com cantos de alegria colherão.
Aquele que sai chorando enquanto lança a semente, voltará com cantos de alegria, trazendo os seus feixes.”

Salmos 126:5,6

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Gabriele Sauthier
Nasceu em 93. Faz doutorado em Biologia. Apaixonada pelos pequenos detalhes desde pequena. Ama dias nublados, tocar violão, café e livros. Procurando sempre estar em contato com a natureza, admira as flores e qualquer ser vivo.