“Acreditar no amor, oi? Depois de tudo o que vivi? Não mesmo!” Se essa foi a sua reação, por favor, continue lendo essas dicas práticas de como voltar a amar depois de ter sido ferida.

Sabemos que, infelizmente, relacionamentos abusivos só têm aumentado com o passar dos dias. Chega a dar medo de entrar em uma nova relação em tempos onde relacionamentos são feitos para não durar, e com tantas notícias ruins a respeito de relacionamentos tóxicos, não é? Ainda mais, se você já viveu uma experiência como essa, muito traumática, seja com você ou com alguém muito próximo a você, acreditar novamente no amor, chega até a ser brincadeira.

Uma das piores coisas da vida é você abrir o seu coração para alguém e essa pessoa não dar o devido valor e te machucar. Quem nunca esteve em um relacionamento que parecia perfeito e de repente acaba, deixando mágoas ou feridas. Ou então, já imaginava o futuro com uma pessoa, quando ele faz algo que destrói todas os seus sonhos. A vida após uma separação pode ser terrível, especialmente se você não esperava o fim do relacionamento ou caso você tenha sido enganada, ou sofrido algum tipo de abuso.

Essas decepções amorosas geralmente nos bloqueiam para qualquer relação futura que esteja por vir, pois depositamos todos os sentimentos vividos anteriormente no futuro. Mas não podemos deixar que isso aconteça! Mesmo frente a toda essa realidade que chega a assustar de tanta maldade e falta de amor, nós precisamos permanecer acreditando no amor.

A maldade está aí, mas o amor também está. Só há trevas porque existe a luz. Por isso, não desacredite no amor e se permita amar novamente. Você pode ser realmente feliz com alguém que te ame de verdade e te respeite. Não desista do amor por causa de um coração partido ou porquê você acha que vai se machucar.

Maaaas como??? Separei aqui algumas dicas de como superar o rompimento de um relacionamento e voltar a acreditar no amor. Olha só:

1. Primeiro de tudo, é preciso se curar antes de voltar a amar

Focar em uma vida saudável emocionalmente é fundamental. Procure entender o que te feriu, e perdoe. Sério! Eu sei que liberar perdão não é fácil. É um processo. Mas lutar por perdoar é uma decisão de coragem, que não somente te fará se sentir mais leve, como também, fazer com que sua vida caminhe.

2. Foque no momento presente, no aqui e agora

Decepções amorosas geralmente nos bloqueiam para qualquer relação futura que esteja por vir, pois depositamos todos os sentimentos vividos anteriormente no futuro, mas para isso não acontecer, focar no aqui e no agora é muuuuito importante, pois focando no tempo presente você irá resolver o que precisa ser resolvido e isso vai fazer com que você enxergue um futuro lindo por vir.

3. Invista na sua saúde espiritual, mental e física

Tenha fé de que seu coração pode ser restaurado e esperança de que você pode sim viver um relacionamento saudável. Por isso, manter um relacionamento com Deus, irá te ajudar a lidar com toda essa situação, afinal, pra começarmos a amar novamente, nada melhor do que buscarmos a fonte do verdadeiro Amor: Jesus.

Procure também, uma ajuda psicológica. Isso fará muito bem pra sua mente.

E não menos importante, não deixe de cuidar desse corpinho, ok?! Comer bem e praticar exercícios, também vai te ajudar a se sentir melhor com você mesma.

4. Estar solteira não quer dizer que há algo errado com você. Aproveite esse tempo para ter tempo de qualidade com você mesma. Divirta-se sozinha.

Chega dessa ideia de que só seremos felizes se estivermos ao lado de alguém, né? Isso se chama dependência emocional, o que é terrível pra um relacionamento e nada sadio. O ser humano não foi feito pra viver sozinho, mas antes de entrarmos em um relacionamento precisamos estar bem com a gente mesma.

5. Planeje momentos com as suas amigas e família

Bora marcar aquela conversa com as amigas ou com a família? Pode ser uma noite entre amigas, ou fazer aquele belo jantar com a família. O importante é não se isolar nesse momento e contar com a ajuda das amigas e familiares será fundamental pra você não se sentir sozinha.

6. Ache um novo passatempo ou hobby

Agora é a hora de fazer o que você mais ama fazer! Proporcione esses momentos onde você vai realizar atividades onde não ficará estressada ou que não irá remeter ao passado.

7. Dê tempo ao tempo. Um passo de cada vez, ok?

Não adianta querer a cura e a restauração, e querer voltar a amar para ontem, tá amore? É um processo. Eu sei, a gente queria as coisas para ontem, principalmente, coisas ligadas a parte sentimental, mas não é assim. É um passo de cada vez, e a cada passo, uma nova lição para não errarmos no futuro.

8. Permita ser vulnerável

Quando nosso coração está machucado, tentamos criar uma espécie de couraça, uma barreira para que nada nos atinja. Se o seu coração está fechado, as chances de julgar e criticar duramente a si mesma e as outras pessoas é muito grande. Porém, ninguém é de ferro, não é necessário criar um coração de pedra só para fugir de uma possível dor. Ninguém vai rir se você mostrar o seu lado mais suave, você não precisa ser forte o tempo todo.

Faça um exercício prático: aceite suas imperfeições e comece a falar sobre elas de forma natural. Não precisa ser nada muito profundo, mas algo corriqueiro, como estar nervosa em um encontro, estar mal humorada em uma festa… Essas pequenas imperfeições mostram que você é vulnerável e humana e acaba criando laços com as pessoas que estão ao seu redor.

9. Aprenda com as situações difíceis

E para fechar, tente tirar lições desse relacionamento que não deu certo.

Espero que agora você possa ver que há muitas esperanças para voltar a amar no futuro. Sempre olhe o lado positivo da vida e aprenda com suas experiências. Lembre-se: É possível amar de novo, não importa o quão machucada você possa estar nesse momento, dê tempo ao tempo.

 

(Acompanhe o Namorei: Instagram)

 

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Giselle Prado
Ela não veio do interior, mas tem jeito e sotaque de lá. Fundadora do Um Socorro à Meia Noite, 25 anos, formada em Design Gráfico, amante de psicologia e apaixonada pela arte da música e da escrita, acredita que através da sua profissão e dons é possível levar socorro e esperança à meninas imersas na depressão, que sofreram algum tipo de abuso. Ester é o livro que a inspira a prosseguir e não desistir jamais.