Quando leio a bíblia e vejo que Jesus nos pediu para amar o que não é amável confesso que encontro um pouco de dificuldade em relação a isso. Jesus nos ensinou a amar o nosso inimigo. Ele amou o seu inimigo. E Ele quer que nós amemos aquelas pessoas que nos magoam, nos ofendem, nos machucam. Muitas vezes, o nosso cônjuge é uma dessas pessoas. Nosso marido pode nos ofender muito ao esquecer de um compromisso importante. Ou a esposa pode quebrar o coração do seu esposo ao falar mal dele na frente de todos os amigos.

Aquela pessoa que escolhemos para dividir a nossa vida  pode ser a pessoa que mais nos magoa, nos entristece e nos machuca. A verdade é que nos casamos achando que tudo vai ser perfeito e nos esquecemos que a pessoa com quem casamos é pecador assim como somos pecadores também. Porém, Deus nos convida a amar incondicionalmente e a perdoar a despeito de qualquer erro ou falha. Temos que aprender que aquela pessoa vai sempre nos magoar e cabe a nós aprendermos que isso é normal e aquela pessoa nunca será perfeita. Pelo menos não aqui na terra.

Além disso, Deus quer que valorizemos o nosso cônjuge. As vezes nós não damos o valor
necessário a ele. Simplesmente achamos que sempre vai estar ali para nós. Eu gosto de fazer a seguinte comparação: Podemos acabar tratando o nosso cônjuge como a água da torneira. Sempre abrimos a torneira com a certeza que água sairá dela. Mas será? Será que a água nunca vai secar? Será que a água nunca vai acabar? O mesmo podemos pensar do nosso relacionamento e da pessoa ao nosso lado. Será que essa pessoa sempre estará ali do seu lado? Será que se você continuar guardando rancor e continuar alimentando a mágoa dentro do seu coração você estará fazendo o que Jesus nos ensinou? Às vezes é muito difícil amar o nosso companheiro quando ele não nos valoriza ou não agradece o esforço que fazemos para cuidar do relacionamento. Muitas vezes o nosso marido (esposa) grita, briga, fala coisas desnecessárias e que nos ferem profundamente, podendo fazer essas coisas de propósito, só pelo prazer de nos ver sofrer.

Porém, mesmo nesses casos Jesus nos pede para que amemos o nosso próximo. Aí você deve estar se perguntando. Como assim? Por que eu tenho que amar uma pessoa que não me valoriza e me magoa? Por que eu tenho que perdoar alguém que nem está interessado em pedir perdão? Pois é, eu sei, isso é muito difícil. Porém você “deve” fazer isso porque Jesus nos disse para fazermos dessa forma e Ele prometeu uma recompensa maravilhosa para aqueles que superam seus limites para fazer a vontade de Deus.

Um dia Jesus vai voltar e Ele vai olhar para você e vai sorrir e te convidar a entrar no céu
ao seu lado. Ali você irá desfrutar de todas as maravilhas que Ele passou a eternidade preparando e Ele quer que você seja simplesmente feliz eternamente. Então, se você está em um relacionamento abusivo, casada (o) com alguém que não te dá nenhum valor, tenha fé. A caminhada dessa vida pode ser extremamente difícil e cansativa porém, a recompensa eterna é algo que vai além de qualquer dor que passamos aqui nessa terra. Eu te desafio a amar o seu cônjuge assim como Jesus te amou e independente de qualquer sofrimento, mantenha os olhos focados para o alto e lembre-se das promessas de Deus. Ele vai cumprir cada promessa, você pode acreditar.

Texto 4: O segredo para um casamento de sucesso é uma pessoa e essa pessoa é Deus.
COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Danielle Luppi
Mora na Inglaterra, pós-graduada em Fisiologia Humana, adora música e atividade física. Faz de tudo para ter uma dieta saudável, mas não dispensa um delicioso brigadeiro. Ama cachorros, um dia ensolarado e um bom filme. Gosta de cuidar das plantas e cozinhar. Ama sua família e sempre está disposta a ouvir e ajudar as pessoas. "Me encanto com o amor de Deus e vibro com cada experiência vivida ao lado de Cristo." - Danielle Luppi Colombari