Após ter assistido o filme “Simples como o amor”, Deus me deu a palavra “renúncia”. Palavra essa que gera um assunto no qual é difícil falar sobre.

O filme falava sobre dois adolescentes que se conhecem e acabam se apaixonando de forma simples e pura. E eu me perguntava o porquê de não ter vivido isso ainda. Por que não acontece comigo? Por que nunca me relacionei com ninguém? Por que eu não dei chance para alguém se aproximar de mim? Por que eu não fui atrás? Por que eu desistia? São tantas perguntas que vem a mente.

Mas só tem uma única resposta: RENÚNCIA…

Em Mateus 16:24 diz que se quiseres seguir a Jesus é preciso que renuncie a si mesmo. E é isso, eu me renunciei e me renuncio para Ele e por Ele todos os dias. Eu renuncio amizades, renuncio amores, renuncio sonhos, renuncio desejos.

Garotos, namoros? Aaah… isso é tão difícil. Vejo um garoto e penso: “Hum… interessante”. Contudo, a primeira coisa que procuro saber é: será que ele é cristão? Será que ele segue os mesmos caminhos que eu? E se a resposta for não, eu tenho que esquecer na hora, e é difícil fazer isso. Quantas vezes eu achei garotos que pareciam ser incríveis, porém quando eu descobria que não eram cristãos, todas as minhas esperanças iam por água abaixo. Quantas vezes eu já não desisti de “falsos amores” por Deus, porque sabia que não o agradava..

E acredito que muito da minha vida se resume em renúncia, coloco um filme para assistir que contem algumas cenas que são impuras, mas o resto do filme é legal, mas renuncio. Ir a festas, baladas, ou show com amigos? Renuncio!

Amores? Jugo desigual? Renuncio!

Sonhos que não são os Dele? Renuncio!

Desejos que não O agradam? Renuncio!

Eu renuncio porque essas coisas não fazem bem para o meu espírito. Jesus é a minha morada, e o Espírito Santo não habita em templos sujos.

Desejos de ficar ou namorar alguém? É claro que tenho, mas do que adianta permitir sair da presença de Deus por minutos de prazeres? O que adianta entrar em um relacionamento que não é da vontade de Deus e acabar me machucando, ou machucando alguém? O que adianta eu ir a um lugar com amigos para agradá-los quando aquilo não me satisfaz, quando fere o meu relacionamento com Deus… O que adianta?

Eu quero ser pura, eu quero honrar e agradar a Deus, eu quero viver em santidade em todo tempo. E é por isso que renuncio tudo o que é impuro, a minha carne, os prazeres momentâneos, e todos aqueles sonhos que não glorificam ao Senhor. Mas não pensem que faço tudo por obrigação, eu os faço por amor.

Eu sei que a renúncia é fonte de vida, é uma morte para gerar uma vida.

Afinal de contas, amar é renunciar…

Autora: Daiane Oliveira

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS