Elisabeth Elliot era um belo exemplo da mulher de Provérbios, feminina, sábia e piedosa, e apesar das aflições que viveu ao longo de sua vida, sua fé e confiança em Deus fizeram dela um exemplo e amostra da Graça.

Esse pequeno texto foi escrito por essa amada mulher em seu livro Paixão e Pureza, e tem um grande significado para mim. Elliot fala acerca da espera em Deus, mas também acerca da confiança nEle, e creio que essa seja a razão para que eu goste tanto dessa citação de seu livro.

Admiro Elliot por ter confiado em Deus com tamanha dedicação. Quando olho para sua vida, percebo que há muito o que ser melhorado na minha. Devo admitir que foram muitos os momentos em que minha confiança em Deus foi falha e que ao invés de agir como uma mulher sábia e piedosa, agi como uma mulher medrosa, temerosa e ansiosa.

Houve um período de minha vida que as preocupações e os medos conduziram minhas ações. Eu ansiava constantemente por respostas, meus receios e medos me faziam buscá-las de forma precipitada, e ainda que as tivesse, algo surgia para me fazer duvidar se eram verdadeiras. Minhas emoções ditavam minhas ações e por um longo tempo permaneci dessa forma.

Me sentia temerosa com o que poderia acontecer e angustiada com minhas próprias especulações do pior. Minha confiança em Deus estava sendo falha, mas Ele, em sua infinita misericórdia, dia após dia me deu a capacidade para lidar com minhas dúvidas, até mesmo com aquelas que não obtive respostas.

Você já se sentiu pequeno(a) diante de Deus? Já teve medo de suas respostas? te convido a confiar nEle e repousar todas as suas preocupações.

Texto: Laureane Antunes
Imagem: Jeremy Cai via: Unsplash

RECOMENDAMOS







Colecionadora de sonhos, não importa o quanto pareçam bobos, a vida é dura demais para ser vivida sem sonhar. Da minha fé, faço poesia, assim a eternizo em minhas palavras. Estou por aqui apenas de passagem, o Céu me aguarda.