As instruções de segurança nos aviões são claras: primeiro ponha a sua máscara para depois ajudar a pessoa ao lado por a máscara. Garanta primeiro sua sobrevivência, somente vivo você salvará os outros passageiros.

Cuidamos tanto dos outros que não sobra espaço para cuidar de nós mesmos. O auto-cuidado está em alta, sim! Todos falam dele. Mas não deixa de ser verdadeiro.

Colocamos todos em primeiro lugar, não conseguimos dizer não para o outro que pede cuidado. De tanto que dizemos sim para os outros, sobra apenas os nãos, nos autonegamos. O resultado é sobrecarga, estresse, esgotamento e insatisfação consigo mesmo.

E curioso pensar no princípio que rege o maior mandamento que Jesus nos deixou: “Ame o próximo COMO A Tl MESMO”. A intensidade do amor é segundo o amor próprio que cada um tem. Mas como amar o outro se não amo a mim mesmo? Como cuidar do outro se nem de mim eu cuido?

O altruísmo é muito bonito, mas só quando equilibrado com o auto-cuidado. Você que cuida de todo mundo: lembre de cuidar de você mesmo também.

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Cássia de Oliveira
Jornalista anunciando boas novas, cristã com senso crítico até dizer chega, devoradora de livros, fã de Jane Austen e defensora dos direitos das mulheres.