Dedico esses pensamentos para os apaixonados, desiludidos, solteiros, namorados, noivos e casados. Nascemos para amar e relacionar com todas as coisas ao nosso redor, sendo dever compartilhado de cada Ser Humano manter a integridade e responsabilidade sobre a nossa essência, pois é ela que nos diferencia das demais espécies desse planeta. Como dizia o grande sociólogo Zygmunt Bauman:

Nenhuma sociedade que esquece a arte de questionar pode esperar encontrar respostas para os problemas que a afligem.

Partindo dessa premissa que urge, estamos aqui para refletir sobre os nossos problemas, expor a verdade e estourar as bolhas dos nossos pequenos mundos para gerar mudança no nosso “status quo almático e mental” e consequentemente nos hábitos sociais.

“Um Ser Humano com a mente renovada pode muito em seus efeitos.”

Vivemos no tempo onde nem mais o amor é um refúgio para a esperança, a coisa mais nobre da humanidade se corroí a cada segundo nesse mundo pós-moderno construído por mãos humanas. Ressignificar para lucro próprio é a última moda. O ciclo da injustiça na humanidade acontece até nos relacionamentos que deveriam cultivar o que há de melhor em cada um de nós, por isso não é a toa o aumento da desconfiança das pessoas em relação ao próximo, a descrença nos relacionamentos sólidos por parte dos mais jovens e a falta de sensibilidade a respeito dos laços humanos. Bauman acreditava que o grande influenciador desse problema é a sociedade de consumo que transpôs o comércio se tornando um comportamento social batizado por ele mesmo de “Amor Líquido”, basicamente ele quis dizer que no século 21 tratamos as pessoas como produtos e serviços que tem seu prazo de validade e que consumimos muitas vezes por puro ímpeto. Quem nunca comprou algo sem pensar apenas para saciar um vazio existencial? Agora vamos mudar a frase para “Quem nunca beijou/ficou com alguém sem pensar, apenas para saciar um vazio existencial?!” Realmente é o mesmo princípio, basicamente viramos sommellier de pessoas para tampar um buraco na nossa alma, o Tinder  é a  prova dessa realidade, o nosso hábito de bloquear/excluir alguém das redes sociais depois 3 ou 4 encontros porquê simplesmente ficamos entediados também, tratamos as pessoas como o nosso lixo da semana, como uma troca de iphone, infelizmente os laços humanos não se sustentam mais como na época dos nossos avós. Contudo eu colocaria outro fator nessa equação, a cultura do “surgimos do nada”, ou de uma teoria conhecida como “Big Bang” a explicação mais popular que resume bem a nossa atual crença global (obviamente não é somente isso que moldou o mundo atual, mas para nortear a nossa reflexão é o necessário por hora). Quando trocamos a explicação que todas  as coisas são resumidas em Deus para todas as coisas são resumidas em nós, criamos o relativismo moral, a ideia que podemos redefinir todas as coisas para justificar as nossas ações, logo o amor líquido é normatizado dentro dessa ideia, tornando mais fácil e comum a traição, despertar o amor de forma irresponsável e ferir os corações de forma frívola.

Quero fazer uma pequena intervenção exclusiva para os rapazes. SEMPRE seja claro e convicto em suas aspirações com a moça que o cativa, tenha certeza que a você ama de todo coração, seja esforçado em conquista-la e inteligente emocionalmente caso seja rejeitado por ela e se possível tente criar uma amizade. Você não será considerado um perdedor por agir de forma integra e sincera. Digo isso porquê nós homens precisamos mudar a nossa mentalidade em como tratamos as mulheres, hoje uma grande parte delas tem repulsa por nós pela nossa má conduta. Fatidicamente somos peças dessa engrenagem que move o ciclo da injustiça, logo precisamos trabalhar os nossos erros para restaurar os laços humanos, pois mesmo singulares somos semelhantes.

Todo esse processo cultural nos leva a perda da percepção em relação sobre o que é o amor, é um efeito cascata inevitável, autores e estudiosos escrevem e fomentam suas ideias para semear nas futuras gerações, assim as próximas produções culturais nascerão a partir desse pensamento, percebemos isso progressivamente por exemplo no filmes de Hollywood onde o Amor se tornou uma ficada, depois a primeira vez no baile e no final uma noite de sexo casual. Mas a realidade que o amor excede um momento efêmero, deve ser algo real e verdadeiro, algo que faz bem para todo Ser Humano, trazendo vida e edificando o nosso ser, por isso os relacionamentos são conectados a partir dessa coisa intangível, porém real chamada amor.  Na carta de Paulo a Coríntios temos a tão aclamada descrição que para mim sintetiza o que precisamos entender a respeito desse fundamento da vida.

 

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, 
seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, 
e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, 
e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, 
e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, 
nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, 
não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; 
havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; 
(1 Coríntios 13:1-8)

 

Depois dessa dança de palavras, podemos concluir que hoje vivemos amores falsos e relacionamentos descartáveis (acredito que esse seja o motivo dos mais românticos sofrerem na atualidade. Rs ), mas esse não é o fim do mundo, se nos arrependemos dos nosso atos injusto e fomos mais responsáveis pelo nossa humanidade, podemos ser mais felizes, promover a extinção da traição e um novo ciclo na sociedade com relacionamentos sólidos e duradouros, aqueles que o nossos avós tem orgulho de compartilhar conosco na mesa do almoço de domingo.

Todo mundo quer alguém para a vida inteira, pois felicidade é compartilhar a vida!

  • Autor: Junior Staff

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS