Dores são sentidas de formas diferentes para cada pessoa. A mesma situação pode ser tirada de forma mais tranquila para alguns, mas já outros, podem se sentir totalmente perdidos na dor.

O que dor pode te trazer de bom?

Bom, a princípio: nada! Até porque está doendo. E enquanto a ferida está aberta, o machucado é recente, é impossível não pensar em outra coisa a não ser a dor terrível que você̂ sente no momento.

Mas aí os dias passam e a ferida que estava aberta fecha e cicatriza. Então você̂ começa a esquecer da dor sentida e se lembra somente da situação, e tenta fazer tudo de forma diferente. Essa é a beleza do crescer e aprender.

O crescimento significa fazer tudo diferente, significa olhar tudo de uma forma totalmente nova. Olhar aonde você̂ errou e o que te levou a sentir a dor, para não sentir mais.

É nesse ponto de pensamento que Ele – Deus – quer que você̂ chegue. Ele quer que você entenda que tudo pode ser feito diferente! Que o Pai que te guarda pode sim ser a resposta para tirar a dor, e isso significa dependência.

E tal dependência só se é aprendida quando você cai, se machuca, a ferida fecha, cicatriza e você̂ percebe que precisa acertar. Esse acerto vem através da entrega para Deus.

Entendo que quando caio (enquanto estou no chão) eu posso levantar e fazer tudo diferente e de forma diferente. E esse diferente tem nome: Cristo!

Toda dor pode te fazer depender mais dEle, e por mais que você possa não enxergar isso agora, vai chegar o momento no qual você̂ vai lembrar que tudo vale a pena com Cristo: inclusive a dor, porque ela te faz crescer!

Photo by Jeffery Erhunse on Unsplash

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Tavinho Cruz
Estudante de psicologia, 22 anos. Apaixonado por livros. Escritor e idealizador do @familiadecristo_