Nós erramos quando amamos mas não demonstramos. Não me refiro aqui aos relacionamentos afetivos, me refiro às pessoas que conquistaram seu coração pouco a pouco, com risadas, conselhos e lágrimas; os famosos amigos. Demonstre amor por quem está ao seu lado e não permita que a frieza geral e a vida rotineira roube de você a maior riqueza da vida.

Não perdemos alguém quando a pessoa sai de nossas vidas batendo a porta e nos culpando; é tudo bem mais sutil. Nós perdemos alguém quando não há mais preocupação e o sentimento predominante é a indiferença; quando a pessoas pega as malas de fininho e sai do nosso coração.

Este é nosso problema, amamos, mas não demonstramos nosso amor no dia a dia, não mostramos para as pessoas o quanto elas são importantes pra nós. Muitas vezes nós agimos de maneira indiferente às demonstrações de afeto e esse para mim é o verdadeiro mal do século.

Não perca por descuido quem torna sua vida mais bonita, não pense que o amor faz fotossíntese; ele precisa ser alimentado por você.

Abrace, faça elogios, de flores, aquelas bem simples que encontramos na rua mesmo, deixe bilhetinhos na carteira, de um chocolate, ou seja lá como for, mas, não mate de fome o amor por você que existe no coração das pessoas ao seu redor.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Bruna Gabriela
Por fora, 22 anos, por dentro, uma eterna criança. Teimosa, chata, peculiar e mimada. Moro em uma cidade do interior de São Paulo chamada Ribeirão Preto, mas na verdade só estou aqui de passagem, pois pertenço, inegociavelmente, ao céu. Vivo olhando para o alto com cara de apaixonada como quem olha com admiração para um retrato de casa. Acredito, sobretudo, no amor, em especial, no amor de um Deus, soberano e majestoso que, mesmo sem eu merecer, me chama de Filha.