Não é nada muito complexo ou poético. A questão é que, desde que nascemos, temos somente duas opções: olharmos para o céu ou olharmos para a terra.

Quando olhamos para terra, nos deparamos com feridas, dores, abusos, doenças, traições, abandono, frustrações, ódio, choro e coisas do tipo; porém, quando optamos por olhar para o céu, independente da nossa realidade atual, nos deparamos com cura para a alma, conforto, companhia, alívio, toques puros de um Deus que nos ama, cura para o corpo, fidelidade, amor, um futuro bom e esperança.

Vou dar um exemplo. Quando olhamos para terra e vemos uma doença, temos a opção de entrar em crise pela existência da mesma, ou de olhar para o céu e lembrarmos do que a bíblia diz a respeito de doenças. Ela diz que Jesus levou sobre ele TODAS as nossas enfermidades (dentre outras coisas).

Sempre que encontramos um problema na terra, temos a opção de buscar a solução no céu ou simplesmente sofrer com o problema na terra. O que eu quero dizer é que a palavra de um Deus bom nos respalda de qualquer problema que possamos ter na terra.

Cabe a nós voltar nosso olhos para o problema que vivemos na terra, ou para a solução que temos disponível no céu. O céu tem a cura para qualquer ferida que seja aberta na terra.

 

 

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Bruna Gabriela
Por fora, 22 anos, por dentro, uma eterna criança. Teimosa, chata, peculiar e mimada. Moro em uma cidade do interior de São Paulo chamada Ribeirão Preto, mas na verdade só estou aqui de passagem, pois pertenço, inegociavelmente, ao céu. Vivo olhando para o alto com cara de apaixonada como quem olha com admiração para um retrato de casa. Acredito, sobretudo, no amor, em especial, no amor de um Deus, soberano e majestoso que, mesmo sem eu merecer, me chama de Filha.