Penso muito sobre as coisas complexas que Deus pode fazer. Ele não se limita aquilo que é aparentemente “convencional” para poder te ensinar algo. As vezes Ele usa o que dói, pois Ele tem a linda habilidade de te proporcionar aprendizado e crescimento de formas grandes por meio daquilo que aos olhos era impossível.

Penso muito sobre o quanto podemos aprender com aquilo que te rasga, fere e machuca. Aparentemente o que dói só se é visto como algo ruim, algo que complica, algo que de forma alguma pode somar em sua caminhada.

Somos aqueles que esperam muitas coisas de Deus pedindo respostas. Mas Ele não faz isso somente de forma simples e regado a benção (claro que Ele não tem prazer na sua dor, mas é justamente em meio a dor que você aprende a depender).

Você já parou para analisar quem era você antes e depois da dor no quesito de confiança e aprendizado para com o Eterno? É em meio a dor que você entende Cristo de forma pura e simples. É através do que dói que você se faz sujeito a dar passos e ser moldado (e sim, isso faz você crescer muito).

Existe sim muito mais para ver do que se pode enxergar. Lembra de Jó? Ele sofreu, mas por trás de todo o seu sofrimento havia muito ali. Havia um Deus permitindo mostrar que existia alguém que amava o Senhor não por aquilo que Ele dava, e sim por quem Ele é.

E você já parou para pensar qual é o plano de fundo por traz da sua dor? Entenda que tudo pode te ensinar. Apenas peça e se permita enxergar mais além de sua visão limitada.

Deixe que Ele te mostre o ilimitado, deixe que Ele te ensine com o que dói. Apenas abrace o processo e deixe com que Ele conduza absolutamente tudo, e isso te fará crescer com o Pai de forma incrível.

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Tavinho Cruz
Estudante de psicologia, 22 anos. Apaixonado por livros. Escritor e idealizador do @familiadecristo_